O Poliempreende é uma metodologia de ensino do empreendedorismo que procura atuar nas suas diferentes vertentes. Desde a promoção da criatividade e inovação, desenvolvimento da ideia e planificação da ação, até à criação do próprio negócio e/ou registo de patente, com a análise e decisão sobre os diversos tipos de apoio em todas as fases do projeto. O projeto sempre pretendeu ser mais do que um concurso de ideias de negócio, sendo o seu objetivo fundamental promover o espirito empreendedor e a criação de novos negócios.
Os objetivos do Poliempreende não seriam concretizáveis de forma tão sustentada se não assentassem numa metodologia educacional do empreendedorismo diferenciadora e adaptável à organização de cada Instituição Politécnica que nele participa.
A metodologia base divide-se em duas fases, a primeira procura estimular a criatividade e inovação através das “Oficina E”, terminando numa sessão de apresentação e de análise das ideias a concurso, numa perspetiva positiva e motivadora.
Deste modo, o projeto pretende que não só estudantes e docentes tenham ideias inovadoras, mas também com potencialidade de aceitação no mercado. Neste sentido, na sessão de apresentação de ideias o painel de membros convidados procura sempre incentivar as equipas alertando-as para pontos de vista que podem ser fulcrais para a ideia de negócio ser um sucesso no mercado. Numa segunda fase as equipas, já em concurso, frequentam as “Oficina E2” que lhes proporcionam formação nas temáticas fundamentais para a construção dos planos de negócio de cada uma e que serão apresentados a um júri regional, donde sairá a equipa que representará o IP ou a Escola no júri nacional.

Visualize uma perspetiva histórica do Poliempreende